Blog

Pois eu estava

no Feira Nova de Telheiras, hoje um Pingo Doce. Tinha acabado de comprar um leitor de DVD para a o meu pai. O meu pai fazia anos no dia seguinte. O meu pai tinha cancro e morreria no ano seguinte. A mim apetecia-me um café. Nem que fosse naquele balcãozinho deprimente a caminho do estacionamento. O empregado olhava para uma TV e não tinha expressão na cara. Um avião atravessava um arranha-céus. Senti: 1) espanto; 2) atração; 3) obscenidade (eu não devia estar a ver aquilo, aquilo não devia ser visto, aquilo não devia poder ser visto). Liguei ao meu companheiro, acho, não sei bem. Fui para o carro, fui para casa, fui para a TV. But there it is: perguntem-me onde estava e penso em hipermercados, em obscenidade, em DVDs, em TVs, em cancros, em cafés, em companheiros de outrora, e em parques de estacionamento.

This Post Has 3 Comments

Leave A Reply