ARQUIVO | archive

CRÓNICA 54

COM QUE SONHAM “ELES”? Tentar pensar como “eles”. Sem lhes atribuir malevolência. Imaginar-me um “deles”. Com que sonham? Creio que sonham com um mundo feito de estados com fronteiras bem definidas e vigiadas. Cada estado seria uma unidade perfeita. Dentro…

CRÓNICA 53

De abril a janeiro e sempre Ontem morreu Mário Soares. É todo um ciclo da nossa História que simbolicamente se encerra, o da nossa construção democrática, descolonizadora, e europeísta. E hoje faz 7 anos que o Parlamento aprovou a igualdade…

CRÓNICA 52

POLITICAMENTE CORRETO? SIM, TENTO. Há muitos, muitos anos – mas não numa galáxia distante, acho – deliciei-me a ler um livrinho intitulado “Contos de Fadas Politicamente Corretos”. Deliciei-me porque eu próprio era – e sou – adepto, por escolha ética,…

CRÓNICA 51

IMAGINEMOS POR UM MOMENTO QUE TUDO ACONTECEU AO CONTRÁRIO No Egito antigo desenvolveram-se escolas de filosofia que inauguraram um certo tipo de racionalidade, bem como práticas políticas que fizeram com que mais tarde se chamasse àquela região o “berço da…

“Café Luanda”

Na Galeria do site e no Facebook, os álbuns com as brincadeiras com jornais feitas nos últimos anos, ao pequeno-almoço num café. Álbum “Café Luanda 1“. Álbum “Café Luanda 2“.

CRÓNICA 50

ORLANDO: 10 POSTS IRADOS + 1 DE ALÍVIO em  24 HORAS 10 DUPLA CONSCIÊNCIA (OU: DE COMO A PALAVRA HOMOFOBIA DESAPARECE EM CERTO DISCURSO MEDIÁTICO E POLÍTICO SOBRE ORLANDO E NO ENTANTO EU OIÇO-A AOS GRITOS) “It is a peculiar…

CRÓNICA 49

GUIDELINES FOR FOREIGNERS This is for my foreign friends who don’t seem to have a clue. Were I to rent my apartment on Airbnb and I’d have this printed out for the guests: Portugal isn’t Spain (this could actually be…

CRÓNICA 48

A GERINGONÇA Depois de 4 anos de um governo de coligação da direita que aplicou, com excesso de zelo e perverso prazer neoliberal, a política de austeridade imposta pelo FMI, o BCE e a Comissão Europeia (a “Troika”), o principal…

CRÓNICA 47

O PAÍS DOS MEUS PAIS O meu país não é feito só de portugueses “de gema”. Desde logo porque eles são, na realidade (e como em todo o mundo), uma belíssima sobreposição de camadas, misturando gente mediterrânica com celtas e…

CRÓNICA 46

Rir e não rir no Rio Não sou nada turista. Quando visito uma cidade prefiro estar com pessoas locais e seguir-lhes a vida banal. Mesmo quando tenho de ficar em hotel, tento fazê-lo. Invento uma rotina – a fingir, claro:…

CRÓNICA 45

Bachi Bazi É muito comum ouvir falar elogiosamente da “homossexualidade na Grécia Antiga” a quem dá os primeiros passos na (auto)aceitação da homossexualidade – e mesmo a certo tipo de jornalismo ou de academia menos preparados. O tema faz-me sempre…

CRÓNICA 44

Antropocêntrico? Há dias fiz um daqueles questionários/testes sobre orientação política. Achei curioso que, além das categorias habituais (economia, peso do estado, “costumes”) aparecesse também uma relacionada com maior ou menor antropocentrismo – sobre questões ambientais em geral, é certo, mas…

CRÓNICA 43

AOS MEUS QUERIDOS CROMOS ARMARIADOS E SELF-HATING Há o caso clássico do gay armariado que quer manter as aparências perante as velhas tias católicas e subscreve imaginários aristocráticos e monárquicos, junto com o voto, quando não a militância, na direita…

CRÓNICA 42

A MARGEM NO CENTRO Muitas vezes são as “margens” que iluminam o “centro”*. As questões de género e sexualidade são vistas pelo senso comum político como específicas e secundárias. Mas não são. São mesmo centrais, pelo que mobilizam, no pensamento…

CRÓNICA 41

THAT STRANGE 1940s FEELING Tive de sair do ginásio sem tomar banho nem mudar de roupa. A conversa entre 3 fulanos trintões era insuportável. Sobre refugiados. De primeiro-ministro húngaro para baixo. Assustadoramente de forma não entusiasmada. Como se tudo fosse…

CRÓNICA, 40

DE ELITISTA A DEMOCRÁTICA E A COMERCIAL Dei hoje a última aula à “turma da noite”. A universidade decidiu acabar com o turno noturno por não ser rentável. Há quase 30 anos comecei a lecionar no ISCTE. A rotina da…

CRÓNICA 39

UMA BOA NÓVOA Nunca aderi – estética e afetivamente – à cena “republicana” e “professoral-universitária”. E perdi os laços – de novo, estéticos e afetivos – com as referências da revolução (apesar de reconhecer a qualidade, por exemplo Zeca Afonso…

CRÓNICA 38

Esquece o Kipling. Conselhos dum pai ou duma mãe a uma filha ou um filho. Assim que puderes sai de casa. Experimenta viver com amigos e depois na tua própria casa. Só tua mesmo. Pode acontecer diferente, claro, mas percebes…

CRÓNICA 37

Provavelmente a crónica mais triste que já escrevi Receio que quando, daqui a uns anos, olharmos para trás, verifiquemos que Portugal foi o único país onde a “crise” não levou à revolta ou reconstrução do sistema político-partidário. A percentagem de…

CRÓNICA, 36

Muito do que a esquerda e as ciências sociais andaram (muitas vezes num esforço honesto) a desconstruir criticamente como sendo ideologia ou “embuste” (para simplificar) dos poderes instituídos, pode estar hoje a ser posto em causa por esses poderes e…