Os Tempos Que Correm II

O opinionismo

Na comunicação social portuguesa (e não só?) é muito difícil encontrar opinadores que manifestem dúvidas; que partilhem com o leitor que não sabem bem o que pensar sobre um assunto; que apresentem ambiguidade e dúvida; que sejam reflexivos, contextualizando o…

A propósito da Visão desta semana

A Visão publicou uma peça de fundo sobre o Bloco de Esquerda. Pediu-me um depoimento, coisa que fiz por escrito. O depoimento foi usado de forma justa e adequada no artigo, a meu ver. Mas no mesmo – e sobretudo…

O discurso do filho do ditador

O filho de Khadafi falou ontem em direto para a TV estatal líbia. Na realidade, falou em direto para a BBC, a CNN, a Sky, a Al-Jazeera. O seu discurso foi um exercício de manipulação dos medos e preconceitos ocidentais:…

26.01.11

Capitalismo académico A ler, na New York Review of Books: « (…) Outside of the UK’s own business schools, not more than a handful of British academics know where the management systems that now so dominate their lives have come from,…

Bienvenidos a San Teodoros

  Presunção de inocência? Claro que sim. Mas trata-se de um candidato, as eleições são depois de amanhã, a a sua retórica assenta na “honestidade” (ó, nestidade! Palavrão que dá pra tudo…). Era um esclarecimento, faz favor (e não uma tirada do…

Queremos segunda volta

 Para as pessoas de esquerda tornou-se evidente que estas eleições têm a ver com Cavaco. Ou continuamos com ele ou não. É fundamental que haja segunda volta. A abstenção favorece, em princípio, Cavaco. Os votos nulos e brancos não contam…

17.1.11

Conversa de gajos Um café como os outros numa rua como as outras. Quatro homens à conversa. Idades diferentes. Em comum os sinais de pertencerem a profissões operárias. Um deles, o mais jovem, foi pai há pouco tempo, pois ao…

14.1.11

Train smiley Não “o caso” mas “O Caso” A linha divisória é difícil de estabelecer, claro. No caso de quem está envolvido no ativismo lgbt (e, no meu caso, tb como antropólogo) o que interessa mesmo é mostrar a homofobia de…

13.1.11

Horror-scopeSe quisermos saber o que nos (para não usar a desagradável expressão “às pessoas”) interessa mesmo, basta vermos quais as categorias que @s astrólog@s escolhem para nos satisfazer a ansiedade do prognóstico: saúde, dinheiro, amor (e não se trata de…

Uma questão de tomates

«Jovem lindo e inocente é pervertido por velho lúbrico do mundo do glamour dominado pelos gays e faz justiça, limpando a sociedade e salvando todos os outros jovens lindos e inocentes à mercê de velhos lúbricos». É isto que querem…

11.1.11

A história é conhecida e aposto que já foi estudada. Um certo meio gay (representando 1/4, se tanto, do total, mais ligado ao clubbing, discotecas e assim – que os outros 3/4 andam nas suas vidas pacatas) produz moda e…

O comboio

Há pessoas que não querem ter relações, nem sequer sexo ocasional. Há pessoas que querem sobretudo este último. Há pessoas que querem ir mudando de relações consoante o apaixonamento. Há misturas disto tudo e transformações ao longo da vida e…

Cavaco une-nos

Uma velha autopiada judia diz que onde há 2 judeus há 3 sinagogas. O mesmo dizem (diziam?) os trotsquistas. E acho que se aplica à esquerda em geral. As piores zangas e discussões são dentro de portas, por assim dizer….

O veto

Facto 1: há meses, Cavaco Silva teve de engolir a igualdade no acesso ao casamento civil. Tod@s nos lembramos da comunicação patética ao país. Como nos lembramos da reacção negativa dos sectores (mais) conservadores dos seus apoiantes. Facto 2: Cavaco…

3.1.11

Os populares Uma TV noticia um crime qualquer não sei onde no país. Logo o repórter diz: “juntaram-se dezenas de populares”. Populares? O que é isso exatamente? Porque não “pessoas”? Porque para um certa linguagem jornalística congelada lá para trás…